• unlog hub

Na corrida do “same day delivery” e-commerces, quem está na frente?


As vendas do e-commerce em fevereiro de 2021, na comparação com o mesmo período do ano passado, tiveram crescimento de 52,95%. Já o faturamento, alcançou a marca de 68,92% de aumento, segundo o índice MCC-ENET, desenvolvido pela Neotrust | Movimento Compre & Confie, em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net).


Os canais digitais de vendas se tornam cada vez mais promissores para os empresários brasileiros que apostam nessas frentes, mas, ao mesmo tempo, existem desafios a serem superados. Os consumidores estão cada vez mais exigentes, buscam por facilidade de pagamentos e entregas mais rápidas. A confiabilidade e a agilidade na logística já são grandes fatores que contribuem para a reputação de um e-commerce ou marketplace, e isso deve ser acompanhado de ponta a ponta, do processamento à entrega do pedido. Mas não é o suficiente.


Além disso, a tradicional entrega rápida, com alguns dias de prazo, não é mais um diferencial. Hoje, muitas pessoas querem o seu produto em casa no mesmo dia ou, no máximo, no dia seguinte. E alguns grandes players no Brasil já têm investido milhões para conseguir atender a essa exigência dos consumidores.


Olhando para este novo momento da logística, nosso time trabalha diariamente para desenhar e aprimorar fluxos integrados de fulfillment,dark stores, transit points, ship from store, entre outros. Para nós, é fundamental trabalhar lado a lado com nossos clientes, para ajudá-los a embarcar nessa nova onda.


E você? Precisa vencer também a corrida do “Same Day Delivery” para o seu e-commerce?


Grandes marketplacese companhias dos segmentos de alimentos e bebidas, farma e pet, entre outras, já entraram no ritmo dessa corrida e conseguem entregar pedidos no mesmo dia, ou até mesmo em poucas horas ou minutos. Para isso, criaram estruturas logísticas que proporcionam novas experiências a seus consumidores.


O conceito “same day delivery”, na prática, é uma forma de conquistar o consumidor em um cenário competitivo. Mas, para a execução, é preciso um mix de performance operacional, parceiros alinhados e modelo de negócio economicamente viável.


Além da gigante Magalu, marketplaces nichados, como a Pet Love (que promete entrega em até 2 horas) e a Zé Delivery (que garante bebida gelada em, no máximo, 60 minutos), são exemplos de players que estão à frente dessa corrida, e provam que não estamos falando de uma missão impossível.


Mas, para entrar nesse jogo, o primeiro passo é ter acesso a uma solução de hubs urbanos nas zonas de calor de alto consumo dos seus produtos. Esses hubs podem ser dark stores ou até mesmo a própria rede de lojas do embarcador, quando houver. Isso porque é impossível oferecer o same day delivery, com custos viáveis, partindo de um centro de distribuição fora da cidade ou que não esteja próximo do endereço do cliente: a entrega acaba ficando cara e morosa.



DARK STORES x SHIP FROM STORE


As DARK STORES (estoques avançados urbanos) podem ser montadas em salões comerciais, galpões ou até mesmo em áreas ociosas de estacionamentos. Elas têm a dinâmica de uma loja convencional, mas não recebem o público. Funcionam como um CD avançado, onde o embarcador estabelece uma filial, com um estoque composto por um portfólio e produtos de alta demanda e, por meio deles, pode ser feita a coleta e distribuição de mercadorias.



Já o SHIP FROM STORE é um pouco diferente, pois o embarcador pode contar com sua rede de lojas como estoques avançados urbanos. Nesses casos, muitas vezes, o maior desafio é conseguir fazer a gestão descentralizada do estoque, pois o canal de vendas costuma ser único e precisa, de certa forma, estar integrado com a disponibilidade de produtos de cada loja da rede. Além disso, tendo em vista que a equipe de vendas das lojas pode ser única, é preciso também orquestrar a convivência entre as vendas presenciais e online, e estabelecer prioridades de atendimento, bem como a dinâmica de despacho com o last-mile.


Em ambas as alternativas, a solução fica ainda mais completa quando se tem um sistema completo de fulfillment, que direciona toda a gestão de estoque e o processo de picking e packing. Além disso, para deixar o fluxo do same day delivery ainda mais fluido, em muitos casos, por meio de APIs, é possível fazer a integração com sistemas de roteirização de transportadoras de alta performance.


Transporte especializado


O processo de entrega deve ser feito por transportadoras focadas em “next day” e “same day delivery”. Com diferentes modais, como bikes elétricas, motos convencionais, carros utilitários, carretas, vans e vucs, é possível executar demandas dos setores B2C, D2C e B2B com planejamento de toda a gestão das rotas com alta performance, desde as entregas e tratamentos de insucessos, até a logística reversa.


Além de atender à ansiedade dos consumidores, esse ecossistema de logística reduz o impacto de grandes deslocamentos para a coleta das rotas e possibilita que os entregadores tenham as condições ideais de mobilidade com uma carga maior. A integração desses serviços proporciona maior facilidade na gestão por parte do embarcador, além de reduzir custos e trazer benefícios ao meio ambiente, com a redução de emissão de carbono.


Existem as bikes elétricas, por exemplo, que possuem baús de 135 litros e carretas com 250 litros, que, juntos, têm a capacidade para a execução de até 90 entregas, o que é considerado um diferencial do mercado nessa modalidade.



Pode parecer complexo, mas o modelo de atuação é adaptável às mais diversas necessidades de entrega e realidades de operação de um e-commerce, marketplace ou qualquer indústria.


E aí, o que você está esperando pra entrar nessa corrida?


Artigo desenvolvido por Michele Dim D’Ippolito, CEO e cofundador da UNLOG, especializada na criação de hubs avançados de distribuição, e da UNCARGO, transportadora focada em demandas ”next day” e “same day delivery” para os mercados B2C, D2C e B2B.

64 visualizações0 comentário